sicnot

Perfil

Desporto

Juventus contrata guarda-redes brasileiro Neto à Fiorentina

A Juventus oficializou esta sexta-feira a contratação do guarda-redes brasileiro Norberto Murara Neto, procedente da Fiorentina, que assinou um contrato válido até ao final da época futebolística 2018/19.

O guardião brasileiro alinhou nos escalões de formação do Cruzeiro e do Atlético Paranaense e chegou a Itália em 2011 para alinhar pela Fiorentina, onde esteve quatro temporadas antes de rumar à Juventus. (Arquivo)

O guardião brasileiro alinhou nos escalões de formação do Cruzeiro e do Atlético Paranaense e chegou a Itália em 2011 para alinhar pela Fiorentina, onde esteve quatro temporadas antes de rumar à Juventus. (Arquivo)

© Action Images / Reuters

Neto vai ocupar a vaga aberta com a transferência de Marco Storari, transferido para o Cagliari depois de cinco épocas na 'vecchia signora' como número dois do consagrado Gianluigi Buffon.

Num comunicado, o clube de Turim destacou a excelente percentagem de defesas (72,1%) de Neto, que o coloca no quarto lugar entre os guarda-redes da Liga italiana. 

O guardião brasileiro alinhou nos escalões de formação do Cruzeiro e do Atlético Paranaense e chegou a Itália em 2011 para alinhar pela Fiorentina, onde esteve quatro temporadas antes de rumar à Juventus.

Lusa

  • Mandzukic promete dar tudo pela Juventus
    0:40

    Desporto

    Mario Mandzukic vai jogar na Juventus até 2019. O avançado croata cumpriu esta segunda-feira exames médicos em Turim, antes de assinar pelo clube italiano. O acordo entre a Juventus e o Atlético de Madrid foi alcançado por 18 milhões de euros. Madzukic representou três clubes croatas nas camadas jovens, antes de ir para a Alemanha, onde representou o Wolfsburgo e o Bayern de Munique. No início da época passada, mudou-se para o Atlético de Madrid onde ficou apenas uma temporada. À chegada a Turim, o avançado, de 29 anos, prometeu dar tudo pela Juventus.

  • Paulo Sousa apresentado como treinador do Fiorentina
    1:22

    Desporto

    Paulo Sousa já foi apresentado como treinador da Fiorentina. O treinador português, que foi campeão na Suíça com o Basileia, assinou um contrato de dois anos com a equipa italiana. Sucede a Vincenzo Montella, que terminou o campeonato em quarto lugar e levou a Fiorentina às meias-finais da Liga Europa. Aos anos 44 anos, Paulo Sousa regressa a Itália, agora como treinador. Diz estar consciente da qualidade das equipas que vai defrontar, mas garante que vai tentar os melhores resultados possíveis e confessa ter fica honrado com o convite do clube italiano.

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.