sicnot

Perfil

Desporto

Presidentes aprovam voto de confiança à continuidade de Luís Duque na liderança da Liga

Os presidentes dos clubes reunidos esta terça-feira no Conselho de Presidentes da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) sufragaram, por unanimidade, um voto de confiança para a continuidade de Luís Duque na liderança do organismo.

O mandato de Luís Duque (2-E) termina hoje, uma vez que é nesta assembleia que vão ser votadas as alterações que estavam previstas aos estatutos da Liga, dando, assim, como terminada a missão com que o dirigente entrou no organismo.

O mandato de Luís Duque (2-E) termina hoje, uma vez que é nesta assembleia que vão ser votadas as alterações que estavam previstas aos estatutos da Liga, dando, assim, como terminada a missão com que o dirigente entrou no organismo.

ESTELA SILVA / Lusa

A moção de confiança foi apresentada pelo presidente do Gil Vicente, António Fiuza, que enalteceu o trabalho realizado por Luís Duque nos últimos nove meses de presidência da LPFP.

"Ele [Luís Duque] credibilizou a Liga, arranjou patrocínios e sentimo-nos na obrigação de lhe dar um voto de confiança. Não houve um voto contra, uma abstenção. Acredito que a maioria está com o Luís Duque para um novo mandato", disse Fiuza.

O mandato de Luís Duque termina hoje, uma vez que é nesta assembleia que vão ser votadas as alterações que estavam previstas aos estatutos da Liga, dando, assim, como terminada a missão com que o dirigente entrou no organismo.

No entanto, perante o voto de confiança dos clubes, Luís Duque deverá ser o candidato consensual para o próximo ato eleitoral, que agora terá de ser convocado em assembleia-geral.

"Estamos gratos ao bom trabalho e desempenho dele, além de ter arranjado patrocinadores, de ter credibilizado e apaziguado conflitos que estavam na Liga", disse o dirigente minhoto.

Ainda neste Conselho de Presidentes ficou definido que este órgão consultivo criado no mandato de Fernando Gomes desaparecerá na nova estrutura diretiva.

Neste reunião em Santa Maria da Feira, o único clube da I Liga que não está representado é o Vitória de Setúbal, enquanto Luís Filipe Vieira é o único presidente dos três 'grandes' que marcou presença. Na II Liga não estão presentes Famalicão, Olhanense, Portimonense, Mafra, Leixões, Covilhã, Académico de Viseu e Atlético.

Lusa

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.