sicnot

Perfil

Desporto

Soares de Oliveira diz que Benfica "não precisa de vender" para investir

O administrador da SAD do Benfica, Domingos Soares de Oliveira, afirmou esta sexta-feira que o reforço do plantel dos 'encarnados' não está dependente de possíveis vendas de futebolistas, mas frisou que qualquer oportunidade de negócio "será analisada".

O dirigente da SAD disse ainda que o orçamento dos 'encarnados' para a nova época "será ligeiramente mais baixo que na temporada passada" e minimizou as movimentações nos rivais FC Porto e Sporting. (Arquivo)

O dirigente da SAD disse ainda que o orçamento dos 'encarnados' para a nova época "será ligeiramente mais baixo que na temporada passada" e minimizou as movimentações nos rivais FC Porto e Sporting. (Arquivo)

ARMANDO FRANCA / AP

"Temos capacidade de investimento e não precisamos de vender. No entanto, a venda de jogadores tem de ser vista como uma parte integrante do nosso negócio e não deixaremos de realizar as vendas que se revelarem interessantes", disse o dirigente, à margem da apresentação dos resultados da oferta pública lançada pelo Benfica de subscrição de um empréstimo obrigacionista no valor de 45 milhões de euros.

De resto, Domingos Soares de Oliveira adiantou que este montante servirá exclusivamente para amortizar uma parte da dívida do Benfica ao Novo Banco e não para investir no reforço do plantel.

O administrador executivo da SAD rejeitou comentar uma possível saída do argentino Gaitán, embora admitindo que o extremo "tem mercado" e que está "próximo do seu valor máximo como jogador".

"É um dos jogadores que tem mercado, mas não é o único. Em cada momento, há que perceber a curva de cada jogador e perceber se está no ponto alto da sua maximização. [Gaitán] Está próximo do seu valor máximo como jogador, o que não significa que não possa continuar a evoluir. Como disse, não temos necessidade de venda", referiu.

Por outro lado, Domingos Soares de Oliveira revelou que "ainda hoje haverá novidades" relativamente à venda de Iván Cavaleiro, que tem sido ligado a uma transferência para o Mónaco, depois de na última época ter estado emprestado ao Deportivo da Corunha.

O dirigente da SAD disse ainda que o orçamento dos 'encarnados' para a nova época "será ligeiramente mais baixo que na temporada passada" e minimizou as movimentações nos rivais FC Porto e Sporting.

"Todos os anos há preocupação dos adeptos relativamente às saídas do plantel e com os investimentos dos nossos concorrentes diretos. No entanto, nestes dois últimos anos, fomos campeões e sentimos que temos todas as condições para voltarmos a ser campeões", afirmou, antes de salientar que o Benfica continuará a cumprir com o 'fair-play' financeiro imposto pela UEFA.

Lusa

  • Germano Almeida vence Prémio Camões

    Cultura

    O escritor cabo-verdiano Germano Almeida é o vencedor do Prémio Camões 2018, foi esta segunda-feira anunciado, no Hotel Tivoli, em Lisboa, após reunião do júri.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.