sicnot

Perfil

Desporto

Paulo Machado pede desculpa aos adeptos do Dínamo Zagreb por "ato irrefletido"

O futebolista português Paulo Machado pediu esta quarta-feira desculpa ao Dínamo Zagreb e aos seus adeptos pela forma como reagiu na sequência da sua substituição, no encontro que terminou empatado 1-1 frente aos noruegueses do Molde.

Paulo Machado, que foi substituído por Marko Rog aos 65 minutos, reagiu mal aos assobios vindos da bancada e fez gestos obscenos dirigidos aos adeptos do Dínamo Zagreb, num "ato irrefletido" que levou o árbitro belga Serge Gummieny a expulsá-lo. (Arquivo)

Paulo Machado, que foi substituído por Marko Rog aos 65 minutos, reagiu mal aos assobios vindos da bancada e fez gestos obscenos dirigidos aos adeptos do Dínamo Zagreb, num "ato irrefletido" que levou o árbitro belga Serge Gummieny a expulsá-lo. (Arquivo)

Thanassis Stavrakis / AP

"Peço desculpa aos meus colegas de equipa porque não pude ajudá-los a vencer o jogo. Peço desculpa aos adeptos do Dínamo de Zagreb por tê-los desapontado e também ao clube porque sempre me deu todas as condições para fazer o meu trabalho", afirmou o médio português na sua página oficial do Facebook.

O internacional português, de 29 anos, pediu também desculpa aos seus filhos, pelo mau exemplo, e ao seu pai, que fazia anos na terça-feira e ao qual tinha prometido a vitória no jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Paulo Machado, que foi substituído por Marko Rog aos 65 minutos, reagiu mal aos assobios vindos da bancada e fez gestos obscenos dirigidos aos adeptos do Dínamo Zagreb, num "ato irrefletido" que levou o árbitro belga Serge Gummieny a expulsá-lo, quando já se encontrava sentado no banco de suplentes.

O médio português, que vai iniciar a segunda época na equipa croata, na qual é companheiro dos compatriotas Eduardo, Ivo Pinto e Gonçalo Santos, acrescentou ainda que vai arcar com todas as consequências do ato cometido.

O Dínamo Zagreb, que venceu os últimos dez campeonatos da Croácia, desloca-se à Noruega a 4 de agosto para disputar a segunda mão da terceira pré-eliminatória frente ao Molde.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.