sicnot

Perfil

Desporto

Benfica vende Lima ao Al Ahli por 7 M€

O Benfica informou hoje a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que vendeu os direitos desportivos e económicos do futebolista brasileiro Lima ao Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, por sete milhões de euros.

© Hugo Correia / Reuters

"A Sport Lisboa e Benfica -- Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com o Al Ahli Football Club Dubai para a transferência a título definitivo dos direitos desportivos e económicos do atleta Rodrigo Lima pelo montante de 7.000.000 (sete milhões de euros)", refere a curta nota enviada à CMVM.

Depois de três épocas com a camisola do Benfica, Lima, de 32 anos, deixou o clube da Luz com um registo de 70 golos em 144 jogos, sendo uma das maiores figuras nos dois títulos de campeão conquistados pelas 'águias' nas duas últimas épocas.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.