sicnot

Perfil

Desporto

Víctor Valdés admite que a sua saída do Barcelona não foi a desejada

O guarda-redes espanhol Víctor Valdés admitiu hoje que, caso pudesse, teria saído de outra forma do FC Barcelona, único clube que conheceu antes de na última época, depois de uma grave lesão, se ter mudado para o Manchester United.

© Reuters Staff / Reuters

"Houve uma falta e como capitão de equipa fui pressionar o árbitro. O árbitro acabou por me dar razão e em vez de penalti assinalou libre direto. Aquela decisão mudou a minha vida. Se tivesse sido penalti provavelmente não me teria lesionado", comentou Valdés sobre o lance que viria a culminar com uma grave lesão no seu joelho direito num jogo frente ao Celta de Vigo.

O internacional espanhol, de 33 anos, admite que a lesão o fez regressar à vida real, longe da vida mediática, e que, muito por culpa do seu carater, a sua saída do clube catalão não foi a desejada, já que hoje em dia admite que talvez o clube esperasse um pouco mais dele.

"Depois da lesão voltei a pagar um café, a tocar em moedas, a comprar o meu bilhete de transportes públicos e, de moletas, a andar sozinho nos transportes. Hoje em dia tenho consciência de que fui eu que me afastei e ainda hoje me recrimino por isso", disse.

Depois de ter representado o Barcelona, clube ao serviço do qual venceu, entre outros, três Ligas dos Campeões, seis ligas espanholas e duas Taças do Rei, Valdés, após a lesão, optou por relançar a carreira ao serviço dos ingleses do Manchester United, mas a experiência ao serviço dos 'red devils' não tem corrido da melhor forma, tendo completado apenas dois jogos ao serviço da equipa principal.

Lusa

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC