sicnot

Perfil

Desporto

Kris Boeckmans ainda em coma induzido devido a queda na volta a Espanha

O ciclista belga Kris Boeckmans (Lotto Soudal), que sofreu uma queda grave na oitava etapa da Volta a Espanha, ainda está em coma induzido num hospital de Múrcia, mas já sem respiração assistida.

© Jon Nazca / Reuters

De acordo com o boletim médico divulgado hoje pela equipa Lotto Soudal, Kris Boeckmans já não tem respiração assistida, nem drenagem pulmonar, mas conta com a ajuda um tubo traqueal.

"Nos próximos dias veremos como se pode ir diminuindo o coma induzido", adianta a nota clínica, lembrando que o ciclista sofreu politraumatismos que irão "demorar algum tempo para curar".

O ciclista da Lotto-Soudal foi o mais afetado pela queda coletiva que sucedeu na oitava etapa, a 50 quilómetros da meta, em Múrcia, sendo transportado para o hospital com um traumatismo craniano grave.

O corredor, de 28 anos, sofreu um traumatismo craniano grave, tendo sofrido ainda uma comoção cerebral, três costelas partidas e uma hemorragia pulmonar.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.