sicnot

Perfil

Desporto

Villas-Boas anuncia saída do Zenit no fim da época

André Villas-Boas, treinador do Zenit, anunciou que vai abandonar o clube de São Petersburgo no final da temporada. O português alega que a equipa não foi reforçada devido às novos limites de jogadores estrangeiros em clubes russos.

ANATOLY MALTSEV / Lusa

A revelação é feita no próprio site oficial do Zenit. "O clube fez uma proposta no final da última época, eu recusei e no final desta temporada eu vou sair", disse Villas-Boas, em conferência de imprensa de antevisão ao jogo frente ao CSKA de Moscovo.

André Villas-Boas, de 37 anos e que venceu a Liga russa em 2014/15, disse ainda que, apesar da sua saída, vai continuar a "trabalhar no 'duro'" para alcançar os objetivos do conjunto de São Petersburgo.

"Vou continuar a trabalhar no duro, com o objetivo de somar pontos para alcançar a liderança do campeonato, além de um bom desempenho na Liga dos Campeões", afirmou o técnico, que já treinou também Académica, FC Porto, Chelsea e Tottenham.

No entanto, o técnico não deixou de criticar o novo limite de estrangeiros e a direção do Zenit, cuja postura no 'mercado' de transferências foi considerada "inativa".

"Ficou claro que não tivemos nenhuma atividade no mercado de transferências, algo que eu esperava, mas com o novo limite de estrangeiros não tivemos muitas hipóteses de contratar novos reforços. No entanto, vamos tentar o nosso melhor e queremos alcançar os objetivos do clube", acrescentou Villas-Boas.

O técnico português, que chegou ao Zenit em 2013, vai falhar seis jogos da Liga russa, após ter sido expulso, a 29 de agosto, na derrota 'caseira' frente ao Krylia Sovetov (3-1).

No jogo contra o Krylia Sovetov, o treinador português confrontou o quarto árbitro, Ivan Saraev, após este ter indicado a sua expulsão, chegando mesmo a 'encostar a cabeça' ao juiz russo.

Na sequência da atitude de Villas-Boas, o Comité disciplinar da Liga russa decidiu suspender o técnico por seis jogos, além de uma sanção pecuniária no valor de 135 euros.

O Zenit, que conta no plantel com os portugueses Luís Neto e Danny, segue na terceira posição da Liga russa, a seis pontos do líder CSKA Moscovo, próximo adversário do conjunto de São Petersburgo, em jogo referente à oitava jornada do campeonato, a disputar no sábado.

Com Lusa

  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07