sicnot

Perfil

Desporto

Liga Francesa ordena encerramento de parte do estádio do Marselha

A Liga Francesa de Futebol (LFF) ordenou o encerramento dos setores norte e sul do estádio do Marselha, onde habitualmente se juntam as claques mais violentas do clube francês, depois dos acontecimentos de domingo no jogo frente do Lyon.

O jogo de domingo entre o Marselha e o Lyon ficou marcado por incidentes que levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

O jogo de domingo entre o Marselha e o Lyon ficou marcado por incidentes que levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

GUILLAUME HORCAJUELO / Lusa

O encerramento deverá manter-se até à conclusão de um inquérito por parte da comissão disciplinar da LFF.

"A gravidade dos factos e o contexto de recorrência" motivaram a decisão, disse o presidente da comissão disciplinar, Sebastien Deneux.

O jogo de domingo entre o Marselha e o Lyon ficou marcado por incidentes que levaram à interrupção do jogo aos 60 minutos, quando o Lyon vencia por 1-0 e o Marselha jogava com menos uma unidade, devido à expulsão de Alessandrini, aos 44.

Após mais de 20 minutos de interrupção, o encontro foi retomado e Rekik acabou por fazer o golo do empate, aos 68 minutos.

Na sequência dos incidentes, o presidente da LFF, Frédéric Thiriez, defendeu um endurecimento das sanções pecuniárias e desportivas a impor aos clubes por atos de violência.

O presidente da LFF considerou que o atual limite de 50.000 euros de multa é "demasiado baixo" e admitiu que talvez seja preciso "impor cifras com mais alguns zeros".

O ministro do Desporto francês classificou, por seu turno, como "inaceitáveis" os incidentes ocorridos no domingo e lembrou que o país vai organizar, dentro de poucos meses, o Euro2016, que vai decorrer de 10 de junho a 10 de julho.

Numa reação às declarações do ministro do Desporto, Frédéric Thiriez garantiu que todos os irão assistir aos jogos do Euro "estarão seguros".

Três adeptos do Marselha com idades entre os 18 e 29 anos foram entretanto condenados a penas de prisão entre quatro e seis meses na sequência de incidentes.

Os adeptos do Marselha foram acusados de assalto armado contra agentes da autoridade -- foram detetados a arremessar pedras e copos na direção das forças policiais -- durante o jogo que decorreu no estádio Velodrome, do Marselha.

Os acusados, que estão impedidos de assistir a todos os jogos do Marselha durante dois anos, serão ainda presentes a um tribunal de primeira instância, que pode decidir comutar a pena para trabalho comunitário.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.