sicnot

Perfil

Desporto

Justiça brasileira congelou bens de Neymar no valor de 47,3 milhões de euros

A justiça brasileira ordenou esta sexta-feira o 'congelamento' dos bens do futebolista internacional brasileiro Neymar, atualmente ao serviço do Barcelona, num valor que ronda os 47,3 milhões de euros.

Segundo informa a justiça brasileira, esta medida é apenas uma forma de prevenção, depois de o jogador estar envolvido numa investigação de fraude e fuga aos impostos, entre 2011 e 2013. (Arquivo)

Segundo informa a justiça brasileira, esta medida é apenas uma forma de prevenção, depois de o jogador estar envolvido numa investigação de fraude e fuga aos impostos, entre 2011 e 2013. (Arquivo)

© Javier Barbancho / Reuters

Segundo informa a justiça brasileira, esta medida é apenas uma forma de prevenção, depois de o jogador estar envolvido numa investigação de fraude e fuga aos impostos, entre 2011 e 2013, enquanto ainda jogava no clube brasileiro do Santos.

O fisco brasileiro acredita que nesse período o avançado recebia 90% do seu salário em direitos de imagem, que eram diretamente depositados numa empresa do pai do avançado, e que, por isso, os rendimentos eram sujeitos a uma tributação menor.

Além disso, a transferência do Santos para o clube catalão está também a ser investigada, numa polémica que envolve também a empresa do pai do jogador.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".