sicnot

Perfil

Desporto

Juventus suspende temporariamente Martín Cáceres

A Juventus anunciou hoje que suspendeu "temporariamente" o futebolista uruguaio Martín Cáceres, defesa que acusou álcool depois de um aparatoso acidente de viação, em Turim.

© Alessandro Garofalo / Reuters

"O comportamento de Cáceres na noite de 28 para 29 de setembro é uma séria violação do seu compromisso para o clube, como também mancha a imagem de Juventus. Por essa razão, o jogador será temporariamente suspenso da primeira equipa", lê-se num comunicado do campeão italiano.

Deste modo, o internacional uruguaio, que está a cumprir a sua quinta temporada na Juventus, vai falhar na quarta-feira a receção aos espanhóis do Sevilha, em jogo do grupo D da Liga dos Campeões.

Segundo a imprensa italiana, o jogador dos campeões italianos, que não conseguiu evitar uma colisão com uma paragem de autocarros, 'arrastando' também uma série de automóveis estacionados no local, acusou depois álcool no sangue e viu a carta de condução apreendida pela polícia.

Apesar do aparato do acidente, Cáceres não sofreu qualquer ferimento.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.