sicnot

Perfil

Desporto

Jackson Martinez admite dificuldades de adaptação ao Atlético Madrid

O futebolista colombiano Jackson Martinez, que trocou o FC Porto pelo Atlético de Madrid, reconheceu na segunda-feira que tem sentido algumas dificuldades em adaptar-se aos 'colchoneros', embora já comece a "ver resultados".

"O importante é que se começam a ver alguns resultados", voltou a sublinhar Jackson Martinez, que marcou apenas um golo em sete jogos que disputou na liga espanhola com a camisola dos 'colchoneros'.

"O importante é que se começam a ver alguns resultados", voltou a sublinhar Jackson Martinez, que marcou apenas um golo em sete jogos que disputou na liga espanhola com a camisola dos 'colchoneros'.

© Juan Medina / Reuters

Em entrevista ao canal desportivo colombiano Win Sports, o goleador, que custou 35 milhões de euros aos madrilenos, desdramatizou, no entanto, as dificuldades iniciais no novo clube, já que "todas as mudanças suscitam dificuldades".

"O importante é que se começam a ver alguns resultados", voltou a sublinhar Jackson Martinez, que marcou apenas um golo em sete jogos que disputou na liga espanhola com a camisola dos 'colchoneros'.

Em três épocas ao serviço do FC Porto, Jackson Martinez apontou 92 golos em 136 jogos oficiais.

Atualmente, o avançado encontra-se com a seleção colombiana, que prepara a estreia no torneio sul-americano de qualificação para o Mundial2018, agendada para quinta-feira, com o Peru, em Barranquilla.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22