sicnot

Perfil

Desporto

Comissão antiviolência espanhola pede multas de 60 mil euros para adeptos do Benfica

A Comissão Nacional Antiviolência propõe multas de 60.001 euros a cada um dos cinco adeptos do Benfica que lançaram tochas durante o jogo da Liga dos Campeões de futebol com o Atlético de Madrid, no estádio Vicente Calderón.

ALBERTO MARTIN

Além disso, recomendou sanções de 6.000 euros para cada um dos adeptos 'encarnados' que, não tendo lançado, acenderam várias tochas dentro do estádio e propôs que os oito visados, todos identificados, sejam proibidos de entrar em recintos desportivos por um ano.

A comissão propôs também uma multa de 8.000 euros para o Atlético de Madrid "por deficiências nas medidas de controlo de acesso e permanência de espetadores ao não impedir que se introduzissem e posteriormente se acendessem nove tochas no interior do recinto".

Esta decisão surge dois dias depois de a UEFA ter anunciado a abertura de um inquérito pelos incidentes registados durante o jogo que o Benfica venceu por 2-1, prometendo conclusões para 15 de outubro, numa reunião da Comissão de Controlo, Ética e Disciplina.

O Benfica é visado por "distúrbios de adeptos, lançamento de objetos e tochas", enquanto o Atlético de Madrid será julgado pelo "bloqueio de escadas" do estádio Vicente Calderón.

No minuto 36 do jogo, poucos momentos depois de o Benfica ter feito o empate (1-1), adeptos "encarnados" acenderam tochas e lançaram algumas sobre seguidores "colchoneros" instalados num anel inferior das bancadas.

Lusa

  • Alertas de fogos e outras catástrofes por SMS

    País

    As operadoras de telecomunicações deverão começar já este ano a enviar mensagens de alerta em caso de catástrofes. O sistema de avisos à população deverá entrar em vigor ainda antes da época de incêndios

  • Os grandes desafios de Rui Rio, segundo Poiares Maduro
    7:43

    O ex-ministro de Pedro Passos Coelho, Miguel Poiares Maduro, falou com a SIC sobre o que reserva o futuro para o PSD e quais serão os principais desafios na área económica para a liderança de Rui Rio. O défice, a descentralização, o próximo Orçamento do Estado e a eventualidade de um bloco central foram alguns dos temas da conversa. Uma entrevista transmitida esta quarta-feira, no programa Negócios da Semana.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25
  • Quem é Elon Musk?
    9:42
  • Tesouros Maias e animais da Era do Gelo na maior gruta subaquática do mundo
    2:11