sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira fica em segundo lugar no Grande Prémio do Japão

O português Miguel Oliveira (KTM) conquistou hoje o segundo lugar na corrida de Moto3 do Grande Prémio do Japão, 15.ª prova do Mundial de velocidade.

KIMIMASA MAYAMA

Depois de três vitórias, em Itália, Holanda e Espanha, Oliveira ficou em segundo no circuito de Motegui, atrás do italiano Niccolo Antonelli (Honda).

O português terminou a prova em 28.04,444 minutos, apenas mais 1,053 segundos que Antonelli.

O espanhol Jorge Navarro (Honda) assegurou o terceiro lugar, com o britânico Danny Kent (Honda), líder do Mundial, a terminar em sexto.

Os atrasos devido às condições meteorológicas fizeram que com que a corrida de Moto3 fosse reduzida para 13 voltas.

Quando faltam três provas para o final do Mundial, Miguel Oliveira segue no terceiro lugar do Mundial de pilotos, agora com 179 pontos. Kent continua a liderar, com 244 pontos, seguindo de Bastianini, com 188.

No próximo ano, Miguel Oliveira será 'promovido' à categoria de Moto2, escalão intermédio, ao serviço da Leopard Racing.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.