sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto começa a preparar visita ao Varzim ainda sem internacionais

O FC Porto iniciou esta segunda-feira a preparação para o jogo da Taça de Portugal com o Varzim. Julen Lopetegui ainda não pôde contar com os internacionais que estiveram ao serviço das seleções dos respetivos países.

Lopetegui ainda não pôde contar com 10 internacionais. (Arquivo)

Lopetegui ainda não pôde contar com 10 internacionais. (Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Na terça-feira chegam Danilo Pereira e André André, que estiveram na equipa portuguesa, e ainda Aboubakar, que representou os Camarões.

Herrera, Layún e Corona ajudaram o México a qualificar-se para a Taça das Confederações e voltam a jogar nesta quarta-feira, assim como Maxi Pereira, pelo Uruguai.

A Espanha, de Iker Casillas, entra esta segunda-feira em campo, na Ucrânia, e os sub-21 portugueses, com Rúben Neves, têm jogo na terça-feira, à semelhança da Argélia, de Brahimi.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.