sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro fora dos pré-eleitos para Desportista do Ano

A Confederação do Desporto de Portugal (CDP) revelou esta segunda-feira os candidatos indicados pelas federações desportivas para os prémios 'Desportistas do Ano', numa lista na qual não se encontra Telma Monteiro.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A grande surpresa na listagem é a não inclusão da campeã europeia Telma Monteiro, que em 2014 conquistou o 'tri' de títulos de atleta feminina do ano e este ano se viu suplantada por Joana Diogo, vice-campeã europeia de juniores (-48 kg), na indicação da Federação Portuguesa de Judo.

No setor masculino destaque também para a ausência do piloto Paulo Gonçalves, do remador Pedro Fraga e do mesa-tenista Marcos Freitas, que estiveram entre os cinco nomeados do ano passado, e de Cristiano Ronaldo, preterido na nomeação da Federação Portuguesa de Futebol em detrimento de William Carvalho.

Na lista está, contudo, Rui Costa, que em 2014 igualou o recorde de três distinções consecutivas do atleta Nelson Évora, novamente nomeado este ano.

Nas listas apresentadas pela CDP, por indicação da cada uma das federações nacionais, nas categorias de atleta masculino, atleta feminino, jovem promessa, treinador e equipa, pontificam campeões e medalhados em campeonatos do mundo e da Europa.

Este prémio é atribuído anualmente pela Confederação do Desporto de Portugal no decorrer da Gala do Desporto, que terá lugar, a 11 de novembro, no Casino do Estoril.

Após a indicação das federações, um júri composto por mais de uma centena de personalidades ligadas ao desporto vai eleger os cinco candidatos finais de cada categoria.

No dia 28 de outubro, na Praça Central do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, serão divulgados os nomes dos finalistas que passam às votações finais.

Os vencedores de cada uma das cinco categorias irão ser anunciados no dia 11 de novembro, na 20.ª Gala do Desporto, após o apuramento dos resultados da votação online, aberta ao público em geral, e das personalidades presentes no evento.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.