sicnot

Perfil

Desporto

Federação espera que justiça siga o seu caminho na questão das ofertas do Benfica

Federação Portuguesa de Futebol (FPF) entende que deve deixar a justiça agir na questão das ofertas do Benfica aos árbitros, disse hoje à agência Lusa fonte do organismo, depois de o Sporting ter pedido sanções para os 'encarnados'.

MANUEL DE ALMEIDA

"A Federação Portuguesa de Futebol não ficou impávida e serena. Quando soube da denúncia comunicou-a à Procuradoria-Geral da República. A justiça segue o seu caminho e neste momento a federação não tem de interferir", disse à Lusa a fonte da FPF.

A posição da federação surge depois de o Correio da Manhã ter noticiado na sua edição de terça-feira que o presidente da FPF, Fernando Gomes, pediu ao Conselho de Disciplina "mão pesada para os árbitros que usaram os 'vouchers' de refeições" inseridos na oferta de cortesia que o Benfica faz a juízes, delegados da Liga e observadores.

A propósito do tema, fonte do Sporting disse hoje que "a Direção da FPF já deveria ter tomado uma posição em termos desportivos".

"Mão pesada sobre os árbitros que usaram os 'vouchers' de refeição? Então sobre o Benfica, que foi quem violou os regulamentos, não há mão nem leve nem pesada?", questionou a mesma fonte.

Neste contexto, o Sporting espera que a FPF se "pronuncie o mais rapidamente sobre o assunto e sancione quem violou os regulamentos em vez de mandar recados a quem usou os 'vouchers'".

De acordo com a mesma fonte, estão em causa 1.120 refeições por época e a oferta do Benfica viola manifestamente o código de ética da UEFA, razão pela qual a Direção da FPF não pode fugir ao assunto e limitar-se a enviar o processo para o Ministério Público, quando já sabe que a denúncia do Sporting é verdadeira.

"O Ministério Público é para averiguar se há corrupção e qual o grau que esta atingiu, mas a FPF já deveria ter tomado uma decisão a nível desportivo", acrescentou a fonte.

Lusa

  • Caso das denúncias de Bruno de Carvalho em debate
    3:10

    O Dia Seguinte

    Rogério Alves diz que o Benfica já devia ter respondido diretamente a Bruno de Carvalho. Já Rui Gomes da Silva considera que as ofertas acontecem no final de cada jogo e diz também que Bruno de Carvalho não vai ser o futuro do Sporting. O caso das ofertas aos árbitros nos jogos do Benfica esteve em debate no programa da SIC Notícias "O Dia Seguinte".

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.