sicnot

Perfil

Desporto

UEFA vai investigar novos comportamentos racistas de adeptos do Dínamo Kiev

A Comissão Disciplinar da UEFA anunciou esta terça-feira a nomeação de um inspetor para investigar o comportamento racista de adeptos do Dínamo de Kiev na Liga dos Campeões na receção ao Chelsea, da passada semana.

Após a partida do Grupo G entre a equipa ucraniana e a inglesa, disputada em Kiev, que terminou empatada 0-0, a UEFA acedeu a um vídeo que mostra adeptos do clube a atacar quatro cidadãos negros no interior do estádio.

Após a partida do Grupo G entre a equipa ucraniana e a inglesa, disputada em Kiev, que terminou empatada 0-0, a UEFA acedeu a um vídeo que mostra adeptos do clube a atacar quatro cidadãos negros no interior do estádio.

© Reuters Staff / Reuters

"O Comité de Controlo, Ética e Disciplina decidiu nomear um inspetor para conduzir uma investigação no que diz respeito aos factos do presente processo", anunciou a UEFA, em comunicado.

Após a partida do Grupo G entre a equipa ucraniana e a inglesa, disputada em Kiev, que terminou empatada 0-0, a UEFA acedeu a um vídeo que mostra adeptos do clube a atacar quatro cidadãos negros no interior do estádio.

O incidente foi filmado pela organização Futebol Contra o Racismo na Europa.

Neste desafio, o Dínamo de Kiev, clube em que alinham os portugueses Miguel Veloso e Antunes, foi castigado por distúrbios da multidão com bloqueio das escadas.

No início do ano, a UEFA multou o clube ucraniano em 15.000 euros na sequência de comportamento racista dos seus adeptos em jogo da Liga Europa, frente ao Everton, referente à época passada.

O Dínamo de Kiev está em segundo lugar do grupo G da Liga dos Campeões com cinco pontos, menos dois do que o líder FC Porto, mas com um de vantagem sobre o Chelsea de José Mourinho, enquanto os israelitas do Maccabi Telavive ainda não pontuaram.

Lusa

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.