sicnot

Perfil

Desporto

Etapa de Peniche do circuito mundial de surf cumpre quinto dia de espera

A organização da etapa portuguesa do circuito mundial de surf decretou hoje novo dia de espera, depois de conferir as condições do vento e do mar nas praias de Supertubos e Molhe Leste, em Peniche.

Supertubos acolheu três dias da competição, entre sexta-feira e domingo, tendo, na terça-feira, o Molhe Leste sido o 'palco' do reatamento do Moche Rip Curl Pro Portugal, da 10.ª e penúltima etapa do circuito mundial.

A organização do Moche Rip Curl Pro Portugal, cujo período de espera decorre até sábado, agendou nova chamada para quinta-feira, às 07:00.

Assim que for retomada a competição, o 'wild-card' português Vasco Ribeiro, campeão do mundo de juniores, vai tentar juntar-se a Frederico Morais nos quartos de final, no terceiro 'heat' da quinta ronda frente a Michel Bourez, da Polinésia Francesa, 23.º do 'ranking' mundial, antes de o brasileiro Gabriel Medina, detentor do cetro mundial, defrontar o havaiano Keanu Asing.

'Kikas', também 'wild-card' no campeonato penicheiro, vai disputar o acesso às meias-finais frente ao norte-americano Brett Simpson, 34.º do circuito.

Também nos 'quartos', o brasileiro Filipe Toledo vai defrontar o australiano Joel Parkinson, enquanto o francês Jeremy Flores aguarda o resultado da repescagem entre Vasco Ribeiro e Bourez e o 'canarinho' Italo Ferreira o vencedor do embate entre Medina e Asing.

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.