sicnot

Perfil

Desporto

Federer desmente que se vá retirar após Jogos Olímpicos de 2016

O tenista suíço Roger Federer desmentiu esta terça-feira que tenha intenção de se retirar após os Jogos Olímpicos Rio2016, no decurso dos quais festejará o seu 35º aniversário.

O recordista de títulos do Grand Slam (17) recordou que tem o hábito de planificar a época com mais de um ano de avanço e assumiu que 2017 já está programado.

O recordista de títulos do Grand Slam (17) recordou que tem o hábito de planificar a época com mais de um ano de avanço e assumiu que 2017 já está programado.

© Arnd Wiegmann / Reuters

"Nunca disse que depois do Rio poria um ponto final na minha carreira. Disse, simplesmente, que era o meu próximo objetivo a longo prazo", frisou o número dois mundial, em Paris, na véspera da sua entrada em competição do Masters 1000 de Bercy.

O recordista de títulos do Grand Slam (17) recordou que tem o hábito de planificar a época com mais de um ano de avanço e assumiu que 2017 já está programado.

"Como não sei quando será o final, é assim que planifico, até ao infinito, se quiserem", acrescentou.

Federer, que a 8 de agosto de 2016 cumpre 35 anos, mantém-se no topo do ténis mundial, sendo 'vice' de Novak Djokovic.

Apesar de não ter vencido qualquer 'Grand Slam', disputou as finais de Wimbledon e do Open dos Estados unidos, perdendo para o sérvio, e venceu seis torneios este ano, o último dos quais no domingo, em Basileia, diante do eterno rival Rafael Nadal.

A única lacuna no currículo de suíço é mesmo a medalha de ouro olímpica de singulares.

Lusa

  • Encontrados destroços do avião que caiu no Irão

    Mundo

    As autoridades iranianas encontraram destroços do avião que caiu no domingo no sudeste do país, matando as 66 pessoas que seguiam a bordo, revelou um porta-voz da Guarda Revolucionária, o exército de elite do regime.

  • 2,6 milhões de bebés morrem antes de completar um mês

    Mundo

    Os recém-nascidos no Paquistão, República Centro-Africana e Afeganistão são os que têm menor probabilidade de sobreviver, de acordo com um relatório da Unicef que revela que todos os anos 2,6 milhões de crianças morrem antes de completar um mês. Sobretudo nos países mais pobres do mundo, o número de mortes de recém-nascidos a nível global mantém-se assustadoramente elevado.

  • Galp regista lucro de 602 M€ em 2017 

    Economia

    A Galp registou um lucro de 602 milhões de euros no ano passado. Uma subida de 25 por cento em relação a 2016. De acordo com a empresa, os resultados devem-se sobretudo ao aumento da produção de petróleo e gás natural no Brasil, bem como o crescimento dos negócios da refinação e distribuição.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC