sicnot

Perfil

Desporto

Sneijder pede "mais respeito" por Mourinho e acredita em reviravolta do técnico

O futebolista holandês Wesley Sneijder pediu na terça-feira "mais respeito" pelo treinador José Mourinho, com quem trabalhou no Inter de Milão, e afirmou que o técnico português vai conseguir inverter o mau momento do Chelsea.

© Murad Sezer / Reuters

"Ele precisa de ser mais respeitado, especialmente no seu país. Parece que as pessoas gostam quando ele está em baixo, quando não ganha. Ele alcançou sempre muitas coisas nos clubes por onde passou", afirmou.

O médio, de 31 anos, atualmente ao serviço do Galatasaray, falava depois do encontro entre a formação turca e o Benfica, relativo à quarta jornada da Liga dos Campeões, que os 'encarnados' venceram por 2-1.

Apesar do momento menos positivo, o internacional holandês, que foi orientado por Mourinho no Inter de Milão, na época 2009/10, durante a qual os 'nerazzurri' conquistaram Serie A, Taça de Itália e Liga dos Campeões, mostrou-se confiante na recuperação do treinador.

"É difícil quando se perde jogos, quando os jogadores não dão 300 por cento. No entanto, do que conheço dele, acredito que vai recuperar e é por essa razão que o Chelsea ainda não o despediu", salientou.

O Chelsea ocupa o 15.º lugar da Liga inglesa, com 11 pontos, menos 14 que o líder Manchester City, tendo averbado seis derrotas nas 11 jornadas já disputadas.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52