sicnot

Perfil

Desporto

Ancelotti considera que Chelsea não despedirá Mourinho

O italiano Carlo Ancelotti, antigo treinador do Chelsea, sublinhou não ter problema em regressar a Stamford Bridge, mas não acredita que o clube da Liga inglesa de futebol despeça o português José Mourinho.

Mourinho está sob pressão face a um início catastrófico na Liga Inglesa, com três vitórias, dois empates e sete derrotas, e o nome do técnico italiano, que saiu do Real Madrid, tem sido avançado como um possível substituto. (Arquivo)

Mourinho está sob pressão face a um início catastrófico na Liga Inglesa, com três vitórias, dois empates e sete derrotas, e o nome do técnico italiano, que saiu do Real Madrid, tem sido avançado como um possível substituto. (Arquivo)

© Dylan Martinez / Reuters

Mourinho está sob pressão face a um início catastrófico na Liga Inglesa, com três vitórias, dois empates e sete derrotas, e o nome do técnico italiano, que saiu do Real Madrid, tem sido avançado como um possível substituto.

O italiano esteve duas épocas no Chelsea, entre 2009 e 2011, e conquistou um campeonato, uma Taça e uma supertaça.

"Não tenho problema com o Chelsea. Mas o José [Mourinho] não será despedido. Já decidiram continuar com ele e penso que é uma boa escolha", salientou Carlo Ancelotti em declarações ao Daily Mail.

O técnico negou também que tenha sido contactado pelo Liverpool antes de o clube ter contratado o alemão Jürgen Klopp e não deixou de lado a hipótese de trabalhar em Inglaterra, dizendo ser algo de que gostava, se a oportunidade surgir.

"Gostaria de voltar a trabalhar com a Inglaterra. Amo o futebol aqui, ainda tenho casa em Londres e gostava de estar com uma equipa competitiva em Inglaterra e na Europa", acrescentou o italiano.

Lusa

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11