sicnot

Perfil

Desporto

Telma Santos eliminada nos "quartos" nos Internacionais de Porto Rico

Telma Santos perdeu hoje por 2-1 com a húngara Laura Sarosis nos quartos de final dos Internacionais de Porto Rico em badminton, que se estão a disputar em San Juan.

(arquivo)

(arquivo)

REUTERS

A atleta portuguesa, atual 136.ª do "ranking" mundial, foi afastada do torneio pela quarta cabeça de série e soma mais 1.370 pontos para o "ranking" mundial e de apuramento olímpico "Race to Rio".

Depois de Porto Rico, volta a competir nos Internacionais do Suriname, de 18 a 21 em Paramaribo.

"Não deu... Talvez com um pouco mais de calma no fim do primeiro 'set' pudesse ter vencido em dois 'sets'. Senti dificuldade em recuperar depois de cada jogada longa. Muita humidade. Venceu quem falhou menos e se apresentou melhor a nível de resistência física", comentou a jogadora no final do torneio, na sua página de Facebook.

"Agora tenho duas hipóteses... baixar os braços ou levantar já e seguir em frente pensando no Suriname. Eu escolho a segunda", acrescentou a jogadora portuguesa.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.