sicnot

Perfil

Desporto

Blatter vai continuar a lutar para "limpar o seu nome"

Joseph Blatter, presidente demissionário da FIFA, está desapontado com a decisão do Comité de Apelo do organismo, que rejeitou o seu recurso, mas vai continuar a lutar para "limpar o nome", afirmou hoje o advogado do dirigente suíço.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Hannibal Hanschke / Reuters

"O presidente Blatter vai continuar a lutar e está ansioso pela oportunidade de poder ser ouvido e também de poder apresentar provas e assim demonstrar que não teve qualquer má conduta", afirmou Richard Cullen em comunicado.

O Comité de Apelo da FIFA, presidido por Larry Mussenden, rejeitou hoje os recursos de Joseph Blatter e Michel Platini e confirmou, na totalidade, as suspensões impostas pelo Comité de Ética do organismo do futebol mundial.

"O Comité de Apelo da FIFA rejeita o recurso, na totalidade, e confirma a integridade da decisão respeitante a medidas provisórias tomadas pelo Comité de Ética a 07 de outubro de 2015", começa por referir, em comunicado, a FIFA em relação a Joseph Blatter.

Em relação a Platini, o Comité de Apelo salienta igualmente a rejeição do recurso apresentado pelo francês da decisão tomada a 07 de outubro e confirmada, posteriormente, a 20, depois de ter sido ouvida a parte interessada.

Esta decisão surge após os recursos apresentados pelo presidente demissionário da FIFA e por Platini, presidente da UEFA, que foram suspensos provisoriamente por 90 dias, em consequência do escândalo de corrupção na instituição.

Na ocasião, o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias.

A FIFA mantém as suspensões provisórias de Blatter e Platini, mas esclarece que os procedimentos do Comité de Ética irão prosseguir, o que significa que as suspensões podem ainda ser revogadas ou confirmadas.

"As decisões tomadas pelo Comité de Apelo da FIFA foram comunicadas hoje ao senhor Blatter e senhor Platini", refere ainda o comunicado, acrescentando que as mesmas são passíveis de recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.