sicnot

Perfil

Desporto

Villas-Boas destaca importância do triunfo sobre o Valência

O treinador André Villas-Boas considerou esta terça-feira que a vitória do Zenit São Petersburgo sobre o Valência, por 2-0, na Liga dos Campeões de futebol, é um importante resultado para a imagem do clube russo.

"O mais importante é que conseguimos uma vitória em casa, ao contrário do que aconteceu no ano passado, além de termos vencido também em Valência. Esse triunfo estabeleceu a forma como encarámos o jogo de hoje. Estamos muito satisfeitos com o desfecho e tentaremos ganhar no último jogo", disse o técnico português.

"O mais importante é que conseguimos uma vitória em casa, ao contrário do que aconteceu no ano passado, além de termos vencido também em Valência. Esse triunfo estabeleceu a forma como encarámos o jogo de hoje. Estamos muito satisfeitos com o desfecho e tentaremos ganhar no último jogo", disse o técnico português.

© Robert Pratta / Reuters

"Penso que para nós o jogo começou muito bem, fizemos uma maravilhosa primeira parte. Estivemos bem a nível posicional e no contra-ataque. Na segunda parte, houve momentos em que nos sentimos desconfortáveis. No entanto, os nossos jogadores estão a jogar de forma inteligente, conseguiram um grande resultado para o Zenit, para o futebol russo e para a nossa imagem", resumiu o técnico português.

Com o triunfo caseiro de hoje, frente ao Valência de Nuno Espírito Santo, a equipa russa assegurou o primeiro lugar do Grupo H da Liga dos Campeões, mas André-Villas Boas quis recordar "as situações difíceis" que o Zenit atravessou durante a fase de grupos.

"O mais importante é que conseguimos uma vitória em casa, ao contrário do que aconteceu no ano passado, além de termos vencido também em Valência. Esse triunfo estabeleceu a forma como encarámos o jogo de hoje. Estamos muito satisfeitos com o desfecho e tentaremos ganhar no último jogo", concluiu.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.