sicnot

Perfil

Desporto

Benzema desvaloriza polémica criada pela sua cuspidela após hino francês

O futebolista internacional francês Karim Benzema desvalorizou hoje a polémica criada pela sua ação antes do jogo Real Madrid-FC Barcelona, ao cuspir após o hino francês, tocado em homenagem às vítimas dos atentados terroristas em Paris.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

Em comunicado, os advogados de Benzema indicam que o jogador está "extremamente surpreendido pela interpretação que tem sido feita acerca desse ato, habitualmente considerado normal e praticado por todos os futebolistas do mundo".

"Ainda que não tenha de justificar-se, Karim Benzema gostaria de recordar que manifestou total empatia relativamente às vítimas dos atentados, que causaram a morte de 130 compatriotas nossos", indica o comunicado.

Na terça-feira, a eurodeputada francesa Nadine Morano pediu a "exclusão definitiva" de Benzema da seleção, considerando que o ato do avançado "demonstra desprezo e insulta as vítimas [dos atentados], as suas famílias e toda a nação", defendendo que Benzema "não é digno de representar a França".

As imagens televisivas mostram Benzema a cuspir após a conclusão do hino francês, que foi tocado antes do início do jogo entre o Real Madrid e o Barcelona (0-4), em homenagem às vítimas dos atentados terroristas de 13 de novembro, que provocaram 130 mortos.

Benzema, de 27 anos, falhou os últimos jogos internacionais da França, tendo sido formalmente acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem ao colega de seleção Mathieu Valbuena, a 5 de novembro.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.