sicnot

Perfil

Desporto

UEFA condena Dínamo Kiev a dois jogos à porta fechada

O Dínamo Kiev, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões de futebol, foi esta quarta-feira condenado pelo órgão disciplinar da UEFA a disputar dois jogos à porta fechada, podendo aumentar para três caso reincida nos próximos três anos.

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions. (Arquivo)

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions. (Arquivo)

© Gleb Garanich / Reuters

Em causa estão as ocorrências registadas no terceiro jogo do Grupo G da Liga dos Campeões, que opôs o Dínamo Kiev ao Chelsea (0-0), nomeadamente, segundo o Comité de Controlo, Ética e Disciplinar da UEFA, comportamento racista dos adeptos ucranianos, distúrbios entre o público e bloqueio de acessos.

"O Dínamo Kiev foi condenado a disputar os seus próximos três jogos das competições da UEFA como anfitrião à porta fechada. O terceiro jogo fica suspenso por um período probatório de três anos", lê-se no comunicado da UEFA, acrescentando que o emblema dos portugueses Miguel Veloso e Antunes foi também multado em 100.000 euros.

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions.

O campeão ucraniano, que ocupa o terceiro lugar da 'poule' com oito pontos, menos dois do que FC Porto e Chelsea, já defrontou duas vezes os 'dragões', tendo vencido no Porto, por 2-0, na terça-feira, e empatado em Kiev, 2-2, em 16 de setembro.

Este ano, o campeão ucraniano já tinha sido multado em 15.000 euros pela UEFA por comportamento racista dos seus adeptos no jogo da Liga Europa frente ao Everton, bem como pelo lançamento de tochas e organização insuficiente, tendo, na altura, determinado o encerramento parcial do estádio na primeira mão dos quartos de final da Liga Europa, frente à Fiorentina.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.