sicnot

Perfil

Desporto

UEFA condena Dínamo Kiev a dois jogos à porta fechada

O Dínamo Kiev, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões de futebol, foi esta quarta-feira condenado pelo órgão disciplinar da UEFA a disputar dois jogos à porta fechada, podendo aumentar para três caso reincida nos próximos três anos.

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions. (Arquivo)

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions. (Arquivo)

© Gleb Garanich / Reuters

Em causa estão as ocorrências registadas no terceiro jogo do Grupo G da Liga dos Campeões, que opôs o Dínamo Kiev ao Chelsea (0-0), nomeadamente, segundo o Comité de Controlo, Ética e Disciplinar da UEFA, comportamento racista dos adeptos ucranianos, distúrbios entre o público e bloqueio de acessos.

"O Dínamo Kiev foi condenado a disputar os seus próximos três jogos das competições da UEFA como anfitrião à porta fechada. O terceiro jogo fica suspenso por um período probatório de três anos", lê-se no comunicado da UEFA, acrescentando que o emblema dos portugueses Miguel Veloso e Antunes foi também multado em 100.000 euros.

O Dínamo Kiev começa a cumprir a pena na receção ao Maccabi Telavive, a 9 de dezembro, em jogo da sexta jornada da Champions.

O campeão ucraniano, que ocupa o terceiro lugar da 'poule' com oito pontos, menos dois do que FC Porto e Chelsea, já defrontou duas vezes os 'dragões', tendo vencido no Porto, por 2-0, na terça-feira, e empatado em Kiev, 2-2, em 16 de setembro.

Este ano, o campeão ucraniano já tinha sido multado em 15.000 euros pela UEFA por comportamento racista dos seus adeptos no jogo da Liga Europa frente ao Everton, bem como pelo lançamento de tochas e organização insuficiente, tendo, na altura, determinado o encerramento parcial do estádio na primeira mão dos quartos de final da Liga Europa, frente à Fiorentina.

Lusa

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • Furacão Maria já causou pelo menos nove mortes

    Mundo

    O furacão Maria já causou pelo menos nove mortos durante a sua passagem pelas Antilhas Menores, tendo baixando para uma tempestade de grau três depois de atravessar Porto Rico, segundo as autoridades.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC