sicnot

Perfil

Desporto

Nuno Espírito Santo diz que se tornou "polo de conflito" entre jogadores e adeptos do Valência

O ex-treinador de futebol do Valência, o português Nuno Espírito Santo, justificou a sua decisão de abandonar o cargo com a circunstância de se ter tornado um "polo de conflito" entre os jogadores e os adeptos.

"Os jogadores podem dar mais, mas necessitam de apoio, que os adeptos entendam a sua juventude e os acompanhem nos momentos menos bons. Não estava a ser assim. Houve momentos em que [os adeptos] não apoiavam a equipa e apenas criticavam o treinador", disse o técnico português. (Arquivo)

"Os jogadores podem dar mais, mas necessitam de apoio, que os adeptos entendam a sua juventude e os acompanhem nos momentos menos bons. Não estava a ser assim. Houve momentos em que [os adeptos] não apoiavam a equipa e apenas criticavam o treinador", disse o técnico português. (Arquivo)

© Yves Herman / Reuters

"Os jogadores podem dar mais, mas necessitam de apoio, que os adeptos entendam a sua juventude e os acompanhem nos momentos menos bons. Não estava a ser assim. Houve momentos em que [os adeptos] não apoiavam a equipa e apenas criticavam o treinador", disse, em conferência de imprensa.

Na ocasião, o técnico português assumiu integral responsabilidade pelos maus resultados da equipa, não descartando a existência de uma campanha para o apear do cargo.

"Não sei se existe ou se existiu. Mas quando, depois dos êxitos da última época, escutei apupos fiquei surpreendido", disse.

Nuno Espírito Santo defendeu ainda as transferências para o Valência intermediadas pelo seu agente, o português Jorge Mendes.

"Ainda há pouco tempo ouvi muitos dizerem que era um privilégio trabalhar com o melhor agente do mundo. Não sei o que mudou a esse respeito, porque ele continua a sê-lo. Ajudou muitíssimo o Valência", disse.

O português Nuno Espírito Santo anunciou no domingo que iria deixar o comando técnico do Valência, depois da derrota em Sevilha por 1-0, em encontro da 13.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

"Estou muito orgulhoso. Foi uma honra treinar o Valência. Amanhã (segunda-feira), com o presidente e os donos do clube, vai haver uma reunião para clarificar o futuro", disse então o técnico luso, que orientou o conjunto 'ché' durante 17 meses.

O antigo treinador do Rio Ave tinha sido contratado por uma temporada no início 2014/15 e foi reconduzido até 2018 nas funções.

Na época passada, o técnico luso levou o clube ao quarto lugar, mas esta época saiu com oito derrotas, em 20 encontros, seguindo o Valência no nono posto da Liga espanhola.

Na segunda-feira, o Valência anunciou em comunicado ter chegado a um "acordo mútuo" para rescindir com o treinador português, nomeando Salvador González 'Voro' como treinador interino.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.