sicnot

Perfil

Desporto

FIFA recusa recurso direto de Platini para Tribunal Arbitral do Desporto

A justiça interna da FIFA recusou hoje conceder a Michel Platini a possibilidade de recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) para contestar a suspensão de oito anos de todas as atividades ligadas ao futebol que lhe foi decretada.

O anúncio foi feito em comunicado pelos advogados do francês, que se dizem vítimas de "sabotagem".

"Impedido pela FIFA de recorrer diretamente ao TAS (...), Michel Platini e a sua equipa denunciam uma sabotagem que visa impedir a sua eleição para a presidência da FIFA", pode ler-se.

Para poder recorrer diretamente nesta fase ao TAS, Platini necessitava do acordo da FIFA -- quando receber os fundamentos da sanção que lhe foi decretada, o presidente suspenso da UEFA pode apenas recorrer para a instância de recursos da própria FIFA e aguardar o seu veredito.

A recusa da FIFA em viabilizar o recurso direto ao TAS torna ainda mais remota a possibilidade de Platini se apresentar como candidato à sucessão de Joseph Blatter, nas eleições para a presidência da FIFA agendadas para 26 de fevereiro.

Já hoje, Platini tinha afirmado ser sua intenção "lutar de tribunal em tribunal" contra o que considera "uma injustiça" a que está a ser submetido.

A justiça interna da FIFA condenou na segunda-feira Michel Platini à suspensão por oito anos de todas as atividades ligadas ao futebol por ter recebido um pagamento de 1,8 milhões de euros em 2011 do também suspenso presidente da FIFA, Joseph Blatter, por alegados serviços de consultadoria prestados em 2002.

O pagamento em 2011 por serviços prestados em 2002 foi efetuado com base num contrato oral, de acordo com Platini, um tipo de compromisso aceite na Suíça.

A justiça interna da FIFA considerou ter existido "abuso de posição" e "conflito de interesses" no caso julgado, infrações que levaram à suspensão em tudo semelhante de Joseph Blatter.

"Os membros da comissão de Ética [da FIFA] estão mais empenhados numa questão de calendário - para me impedir de me apresentar a tempo à eleição para a presidência da FIFA -- e na maledicência do que na ética. Não são éticas, são patéticas", afirmou Platini.

A acusação interna da FIFA neste processo começou por pedir o afastamento vitalício da antiga estrela francesa de todas as atividades ligadas ao futebol, mas a acusação de corrupção acabou por não se manter, tanto contra Platini como contra Blatter.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.