sicnot

Perfil

Desporto

"Falta de motivação" ditou saída de Mourinho do Chelsea, diz Carlo Ancelotti

O treinador de futebol italiano Carlo Ancelotti, que na próxima época vai substituir o espanhol Pep Guardiola no Bayern de Munique, considerou hoje que a "falta de motivação" ditou a saída de José Mourinho do Chelsea.

© Reuters Staff / Reuters

"Quando as coisas vão bem, há o risco de relaxe, quando estão mal, obviamente há uma falta de confiança. O treinador deve manter sempre um bom equilíbrio nesse sentido, elevando os níveis de confiança, principalmente quando as coisas não parecem estar a resultar", disse o técnico transalpino.

O português foi despedido na semana passada, deixando o Chelsea, campeão inglês em título, muito próximo dos lugares de descida, apenas sete meses após ter festejado a conquista do campeonato.

"Foi um pouco por isto que o Mourinho pagou, o facto de a equipa não ter começado como na época anterior, quando tiveram uma tremenda vontade de fazer bem, depois de uma má época. Este ano foi exatamente o oposto: pagou pela falta de motivação entre os jogadores", justificou

Ancelotti também já foi despedido do Chelsea, já que, depois de ter sido campeão em 2010, acabou despedido no fim da época seguinte, na qual terminou em segundo.

Na próxima época, o italiano inicia um vínculo de três anos ao Bayern de Munique, pelo que já anunciou ir aprender alemão.

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24