sicnot

Perfil

Desporto

Hiddink pede sentido crítico aos jogadores para melhorar desempenho do Chelsea

O novo treinador do Chelsea, o holandês Guus Hiddink, pediu hoje aos jogadores que analisem os seus desempenhos e deem o seu melhor para que a equipa possa sair do 15.º lugar da liga inglesa de futebol.

(arquivo/Reuters)

(arquivo/Reuters)

© Reuters Staff / Reuters

"Falei com os jogadores, claro que falamos do passado e das razões pelas quais estou aqui (...). Não podemos ignorar o que aconteceu no passado recente, pedi-lhes que se vissem ao espelho e fossem críticos, para darem o seu melhor à equipa", afirmou o holandês, sucessor de José Mourinho como técnico dos 'blues'.

Hiddink, que já tinha passado pelo Chelsea em 2009, quando substituiu o brasileiro Luiz Felipe Scolari, admitiu que não era suposto ser contratado pelo clube londrino nesta fase da temporada.

"Eu não deveria estar aqui, nesta metade da temporada", disse, acrescentando: "Isso significa que as coisas não estão a ir bem, tal como previsto no início da temporada. De qualquer forma, estou feliz por estar de volta. Há alguns anos estive aqui numa situação semelhante e tentei ajudar", afirmou.

O sucessor de José Mourinho, que deixou o clube por mútuo acordo na quinta-feira passada, garantiu que pretende trabalhar para vencer sem, no entanto, se comprometer.

"Ninguém pode garantir os três pontos a cada semana, mas temos de mostrar a nós próprios, aos adeptos e aos adversários que queremos limpar a imagem no que falta da temporada", afirmou Hiddink em conferência de imprensa.

O técnico holandês recusou-se a comentar um eventual regresso ao clube do costa-marfinense Didier Drogba, que no sábado assistiu ao seu lado á vitória do Chelsea sobre o Sunderland (3-1).

"Trabalhei com ele há cinco ou seis anos, fiquei muito feliz por o ter na equipa. Ele é uma lenda no clube e no mundo. Mas neste momento ele tem contrato com o Montreal Impact [da liga norte-americana, MLS]", afirmou.

Segundo alguma imprensa, Guus Hiddink terá manifestado o desejo de ter Didier Drogba, de 37 anos, na sua equipa técnica.

Guus Hiddink vai sentar-se pela primeira vez no banco do Chelsea, neste regresso ao clube, no sábado frente ao Wattford, no tradicional 'Boxing Day'.

O Chelsea, campeão inglês, contratou o holandês até final da temporada, depois de ter rescindido com o português José Mourinho, que deixou a equipa no 15.º posto da liga inglesa, um ponto acima da zona de despromoção.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.