sicnot

Perfil

Desporto

Djokovic desportista europeu do ano para agências de notícias, Ronaldo quinto

O tenista sérvio Novak Djokovic voltou a ser eleito o desportista europeu do ano pelas 22 agências de notícias da Europa que participaram na eleição promovida pela polaca PAP, na qual o futebolista português Cristiano Ronaldo ficou em quinto.

© Reuters Staff / Reuters

Djokovic, líder do 'ranking' mundial e vencedor de três 'Grand Slam', casos Open da Austrália, Wimbledon e US Open, voltou a ser o mais votado, tal como em 2011. Desde então, esta distinção foi sempre atribuída aos campeões do mundo de Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel, em 2012 e 2013, e o britânico Lewis Hamilton, em 2014.

Hamilton, que reconquistou o título mundial, surge no segundo lugar, à frente da atleta holandesa Dafne Schippers, campeã do mundo nos 200 metros, e do basquetebolista espanhol Pau Gasol.

O avançado do Real Madrid e 'capitão' da seleção portuguesa de futebol, Cristiano Ronaldo, que tinha ficado em quarto lugar nesta votação em 2013 e 2014 'caiu' para o quinto posto.

O título de desportista do ano para as agências de notícias da Europa é atribuído desde 1958.

Lista dos 10 mais votados:

1. Novak Djokovic (Ser), Ténis, 199 pontos.

2. Lewis Hamilton (GB), Fórmula 1 139.

3. Dafne Schippers (Hol), Atletismo 79.

4. Pau Gasol (Esp), Basquetebol 72.

5. Cristiano Ronaldo (Por), Futebol 59.

6. Mo Farah (GB), Atletismo 52.

7. Anna Fenninger (Aut), Esqui alpino 46.

8. Marcel Hirscher (Aut), Esqui alpino 43.

9. Katinka Hosszu (Hun), Natação 41.

10. Marit Bjoergen (Nor), Esqui nórdico 34.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho