sicnot

Perfil

Desporto

Justiça suíça bloqueia 73 M€ no âmbito do escândalo de corrupção na FIFA

A Justiça suíça anunciou hoje ter bloqueado cerca de 73 milhões de euros de 13 contas bancárias, na sequência do pedido de auxílio judiciário à investigação norte-americana em curso aos alegados crimes de corrupção na FIFA.

© Ruben Sprich / Reuters

Numa nota à imprensa, o Departamento Federal de Justiça suíço refere que já enviou os documentos bancários solicitados pelo ministério público dos Estados Unidos, que investiga a corrupção na FIFA.

O comunicado refere que, com o envio dos documentos para a justiça norte-americana, estão criados os meios para que esta possa atuar criminalmente contra os altos funcionários da FIFA envolvidos no processo.

Concretamente, existem documentos referentes a contas bancárias na Suíça, que terão sido utilizadas para o pagamento de subornos para a concessão de direitos de transmissão em torneios na América Latina e nos Estados Unidos.

No início do mês, as autoridades norte-americanas acusaram 16 antigos dirigentes de futebol na América Latina de vários casos de suborno no âmbito dos direitos de televisão e de 'marketing' de jogos organizados pela FIFA.

Estas acusações foram tornadas públicas a 03 de dezembro, no mesmo dia em que a polícia suíça deteve dois vice-presidentes da FIFA em Zurique, o hondurenho Alfredo Hawit e o paraguaio Juan Angel Napout.

A FIFA foi abalada por um escândalo de corrupção em maio, a dois dias da reeleição de Joseph Blatter como presidente do organismo máximo do futebol mundial, num processo aberto pela justiça dos Estados Unidos e que levou à acusação de 14 dirigentes e ex-dirigentes.

Lusa