sicnot

Perfil

Desporto

Halterofilista campeão olímpico suspenso por 10 anos após agressão

O halterofilista sul-coreano Sa Jae-Hyouk, campeão olímpico na categoria de -77 kg nos Jogos Pequim2008, foi suspenso por 10 anos por ter agredido um outro atleta, anunciou esta segunda-feira a federação do seu país.

A suspensão de 10 anos deverá ter como consequência o fim da carreira de Sa Jae-Hyouk. (Arquivo)

A suspensão de 10 anos deverá ter como consequência o fim da carreira de Sa Jae-Hyouk. (Arquivo)

Dita Alangkara / AP

A decisão da Federação de Halterofilismo da Coreia do Sul foi tomada depois de Sa Jae-Hyouk ter sido ouvido no domingo pela polícia da localidade sul-coreana de Chuncheon, na sequência de uma agressão ao também halterofilista Hwang Woo-Man, na noite de 31 de dezembro.

Hwang Woo-Man, de 21 anos, foi hospitalizado com um ferimento num maxilar, que, segundo os médicos, terá uma recuperação de seis semanas.

Sa Jae-Hyouk reconheceu a agressão perante a polícia, admitindo que ambos já se tinham agredido em fevereiro passado.

A suspensão de 10 anos deverá ter como consequência o fim da carreira de Sa Jae-Hyouk, de 30 anos, que não defendeu o título olímpico nos Jogos Londres2012 devido a lesão.

Lusa

  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.