sicnot

Perfil

Desporto

Elisabete Jacinto mantém terceiro lugar na Africa Eco Race

A piloto portuguesa Elisabete Jacinto manteve esta terça-feira o terceiro lugar da classificação geral na categoria de camiões, no final da sétima etapa da Africa Eco Race, na qual Ricardo Leal dos Santos se atrasou.

Com este resultado, a portuguesa manteve o terceiro posto dos camiões e o 15.º da geral. (Arquivo)

Com este resultado, a portuguesa manteve o terceiro posto dos camiões e o 15.º da geral. (Arquivo)

SIC

Elisabete Jacinto (MAN) cumpriu os 414 quilómetros do setor seletivo, constituídos por pistas de areia e dunas, entre Chami e Amodjar, na Mauritânia, em 05:52.45 horas, terminando a etapa no quinto posto entre os camiões e o 21.º lugar da classificação conjunta auto/camião.

Com este resultado, a portuguesa manteve o terceiro posto dos camiões e o 15.º da geral, a 4:05.37 horas do cazaque Kanat Shagirov (Toyota) e a 3:01.30 do primeiro entre os camiões, o russo Anton Shibalov (Kamaz).

Ricardo Leal dos Santos (Nissan), que na segunda-feira tinha subido à 20.ª posição da classificação geral da oitava edição da Africa Eco Race, atrasou-se e ainda só tinha passado pelo segundo posto de controlo.

Nas motos, os portugueses José Fernando Sousa e José Fernando Sousa Jr., ambos em KTM, terminaram hoje a etapa nos 10.º e nono lugares, a 41.21 minutos e 49.22, respetivamente, do vencedor da tirada, o britânico Andrew Newland (KTM).

Na geral, José Fernando Sousa é 12.º, a 6:41.14 horas do líder, o norueguês Pal Anders Ullevalseter (KTM), enquanto José Fernando Sousa Jr. está um lugar abaixo, a 6:44.34.

Na quarta-feira cumpre-se a oitava etapa do Africa Race, com partida e chegada em Amodjar, ao longo de 498 quilómetros, 377 dos quais cronometrados.

A oitava edição da Africa Eco Race percorre Marrocos, Mauritânia e Senegal até 10 de janeiro de 2016.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.