sicnot

Perfil

Desporto

Vicente Moura recupera de enfarte sofrido em dezembro

O vice-presidente do Sporting Vicente Moura está a recuperar do enfarte sofrido a 15 de dezembro, disse esta quarta-feira à Lusa fonte próxima do antigo presidente do Comité Olímpico de Portugal.

(Arquivo)

(Arquivo)

O dirigente esteve internado no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, Oeiras, e depois transferido para o Hospital Egas Moniz, em Lisboa, onde revela melhorias notórias, acrescentou a mesma fonte.

Em 16 de dezembro, o Sporting tinha dado conta da hospitalização de Vicente Moura, após o enfarte, indicando que o prognóstico era reservado.

José Vicente Moura, de 78 anos, foi secretário-adjunto do COP entre 1984 e 1988 e eleito vice-presidente no ciclo olímpico que se seguiu, acabando por assumir, entre 1990 e 1993, a presidência do organismo quando Fernando Lima Bello foi designado representante português no Comité Olímpico Internacional.

O Capitão de Mar e Guerra da Marinha Portuguesa sucedeu, em 1997, a Vasco Lynce na liderança do COP, no qual foi consecutivamente eleito, cumprindo mais quatro mandatos, até 2013.

O antigo praticante de natação, polo aquático, ginástica e basquetebol e também ex-presidente da Federação Portuguesa de Natação, entre 1982 e 1990, chefiou a missão olímpica portuguesa aos Jogos de Los Angeles1984.

Em junho de 2005, foi condecorado pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio, com o grau de comenda da Ordem do Infante D. Henrique, que distingue serviços relevantes a Portugal, no país e no estrangeiro, bem como serviços na expansão da cultura portuguesa, sua história e seus valores.

Depois de ter deixado a presidência do COP, em abril de 2013, Vicente Moura reapareceu no dirigismo desportivo ao integrar a direção do Sporting, presidida por Bruno de Carvalho, como vice-presidente para as modalidades, cargo que desempenha até hoje.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.