sicnot

Perfil

Desporto

Lionel Messi conquista a Bola de Ouro pela quinta vez

O futebolista internacional argentino Lionel Messi venceu esta segunda-feira, pela quinta vez, a Bola de Ouro 2015, que distingue o melhor jogador do ano transato.

© Arnd Wiegmann / Reuters

O prémio foi entregue na Gala da Bola de Ouro FIFA, em Zurique, na Suíça, com o jogador do Barcelona a suceder ao português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), que também era finalista, tal com o brasileiro Neymar, igualmente do Barça.

Messi repetiu as conquistas de 2009, 2010, 2011 e 2012. Em 2015, o astro argentino já havia sido considerado o melhor jogador da UEFA e da Liga espanhola e, na época passada, conquistou cinco títulos coletivos ao serviço do Barcelona, quatro ao lado de Neymar.

Messi passa, assim, a contar mais duas Bolas de Ouro que os holandeses Johan Cruyff (1971, 73 e 74) e Marco van Basten (1988, 89 e 92), o francês Michel Platini (1983 a 85) e Cristiano Ronaldo (2008, 2013 e 2014).

Desde 2008, penúltimo ano em que o prémio era apenas responsabilidade da revista francesa France Football, os dois crónicos vencedores apenas não se encontraram em 2010, quando o português esteve ausente e o argentino se bateu com os então companheiros de equipa Iniesta e Xavi.

No feminino, a vitória foi para a norte-americana Carli Lloyd, que conquistou o prémio FIFA para a Melhor Futebolista de 2015.

Entre os técnicos, Luís Enrique, também do Barcelona, foi distinguido com o prémio de Melhor Treinador do ano. Nas senhoras, a selecionadora dos EUA, a britânica Jill Ellis, foi eleita Treinadora do Ano.

O brasileiro Wendell Lira conquistou o prémio Puskas para melhor golo do ano.

O melhor 11 de 2015 é constituído por: Manuel Neuer (GR); Dani Alves, Thiago Silva, Sergio Ramos e Marcelo (DEF), Iniesta, Modric e Pogba (MED); e Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo (ATA).

O prémio FIFA Fair Play foi entregue a todas as organizações ligadas ao futebol que apoiam refugiados.

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.