sicnot

Perfil

Desporto

Van Gaal admite que se aborrece e enerva com os jogos do Manchester United

O treinador holandês Louis van Gaal, muito criticado devido às exibições do Manchester United, admitiu hoje em conferência de imprensa que algumas vezes sente-se "aborrecido" e "enervado" durante os jogos da sua equipa.

© Reuters Staff / Reuters

"Há jogos de que gosto e há outros que me sinto aborrecido e enervado por não sermos capazes de ultrapassar a defesa adversária. Isto é o futebol. Nesse momento falta-nos criatividade ofensiva", justificou.

Van Gaal, que chegou ao Manchester United na última época, salientou que não é Alex Ferguson, o conceituado treinador que esteve à frente dos 'red devils' durante 26 anos e conquistou muitos títulos, até se retirar em 2013.

"Somos todos diferentes e não vejo interesse em gritar junto à linha lateral. Acredito na comunicação durante a preparação que fazemos ao longo da semana e acredito nos meus jogadores", disse ainda o treinador holandês.

O técnico reiterou não ver interesse em gritar junto à linha, considerando que pouco se ouve, devido ao barulho, apesar de muitos treinadores o fazerem.

O Manchester United voltou a vencer para a Liga Inglesa a 02 de janeiro, frente ao Swansea (2-1), depois de ter estado oito jogos, desde 21 de novembro, sem qualquer triunfo (quatro empates e quatro derrotas) entre o campeonato e a Liga dos Campeões.

No último sábado a equipa voltou a vencer, na Taça de Inglaterra, graças a uma grande penalidade aos 93 minutos, que permitiu eliminar o Sheffield United (1-0), da terceira divisão, em jogo em Old Trafford.

As estações de televisão chegaram a mostrar um adepto que adormeceu e a saída de muitos outros antes do apito final.

"Certamente pensaram que não marcaríamos e ficou a dever-se também ao trânsito na estrada", justificou o treinador Louis van Gaal.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.