sicnot

Perfil

Desporto

Van Gaal admite que se aborrece e enerva com os jogos do Manchester United

O treinador holandês Louis van Gaal, muito criticado devido às exibições do Manchester United, admitiu hoje em conferência de imprensa que algumas vezes sente-se "aborrecido" e "enervado" durante os jogos da sua equipa.

© Reuters Staff / Reuters

"Há jogos de que gosto e há outros que me sinto aborrecido e enervado por não sermos capazes de ultrapassar a defesa adversária. Isto é o futebol. Nesse momento falta-nos criatividade ofensiva", justificou.

Van Gaal, que chegou ao Manchester United na última época, salientou que não é Alex Ferguson, o conceituado treinador que esteve à frente dos 'red devils' durante 26 anos e conquistou muitos títulos, até se retirar em 2013.

"Somos todos diferentes e não vejo interesse em gritar junto à linha lateral. Acredito na comunicação durante a preparação que fazemos ao longo da semana e acredito nos meus jogadores", disse ainda o treinador holandês.

O técnico reiterou não ver interesse em gritar junto à linha, considerando que pouco se ouve, devido ao barulho, apesar de muitos treinadores o fazerem.

O Manchester United voltou a vencer para a Liga Inglesa a 02 de janeiro, frente ao Swansea (2-1), depois de ter estado oito jogos, desde 21 de novembro, sem qualquer triunfo (quatro empates e quatro derrotas) entre o campeonato e a Liga dos Campeões.

No último sábado a equipa voltou a vencer, na Taça de Inglaterra, graças a uma grande penalidade aos 93 minutos, que permitiu eliminar o Sheffield United (1-0), da terceira divisão, em jogo em Old Trafford.

As estações de televisão chegaram a mostrar um adepto que adormeceu e a saída de muitos outros antes do apito final.

"Certamente pensaram que não marcaríamos e ficou a dever-se também ao trânsito na estrada", justificou o treinador Louis van Gaal.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52