sicnot

Perfil

Desporto

Van Gaal admite que se aborrece e enerva com os jogos do Manchester United

O treinador holandês Louis van Gaal, muito criticado devido às exibições do Manchester United, admitiu hoje em conferência de imprensa que algumas vezes sente-se "aborrecido" e "enervado" durante os jogos da sua equipa.

© Reuters Staff / Reuters

"Há jogos de que gosto e há outros que me sinto aborrecido e enervado por não sermos capazes de ultrapassar a defesa adversária. Isto é o futebol. Nesse momento falta-nos criatividade ofensiva", justificou.

Van Gaal, que chegou ao Manchester United na última época, salientou que não é Alex Ferguson, o conceituado treinador que esteve à frente dos 'red devils' durante 26 anos e conquistou muitos títulos, até se retirar em 2013.

"Somos todos diferentes e não vejo interesse em gritar junto à linha lateral. Acredito na comunicação durante a preparação que fazemos ao longo da semana e acredito nos meus jogadores", disse ainda o treinador holandês.

O técnico reiterou não ver interesse em gritar junto à linha, considerando que pouco se ouve, devido ao barulho, apesar de muitos treinadores o fazerem.

O Manchester United voltou a vencer para a Liga Inglesa a 02 de janeiro, frente ao Swansea (2-1), depois de ter estado oito jogos, desde 21 de novembro, sem qualquer triunfo (quatro empates e quatro derrotas) entre o campeonato e a Liga dos Campeões.

No último sábado a equipa voltou a vencer, na Taça de Inglaterra, graças a uma grande penalidade aos 93 minutos, que permitiu eliminar o Sheffield United (1-0), da terceira divisão, em jogo em Old Trafford.

As estações de televisão chegaram a mostrar um adepto que adormeceu e a saída de muitos outros antes do apito final.

"Certamente pensaram que não marcaríamos e ficou a dever-se também ao trânsito na estrada", justificou o treinador Louis van Gaal.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52