sicnot

Perfil

Desporto

Inter ganha em Nápoles e avança na Taça de Itália

O Inter de Milão eliminou esta terça-feira o Nápoles nos quartos de final da Taça de Itália em futebol, ao ganhar por 2-0 no terreno do líder do campeonato, o estádio San Paolo.

Nas meias-finais, o Inter defrontará o vencedor do Lazio-Juventus, de quarta-feira.

Nas meias-finais, o Inter defrontará o vencedor do Lazio-Juventus, de quarta-feira.

CIRO FUSCO / Lusa

Depois de uma primeira parte de intenso domínio do Nápoles, o Inter esteve em excelente plano na segunda parte e chegou ao golo aos 74 minutos, com um golo de Jovetic. O mesmo jogador seria decisivo no 2-0, ao fazer a assistência aos 90+6 para o remate do sérvio Ljalic.

Nessa altura, o Nápoles já estava completamente 'perdido', falhando jogadas atrás de jogadas e vendo o seu extremo belga, Dries Mertens, ser expulso, aos 88 minutos.

Após um dececionante arranque de ano, com derrota em casa com o Sassuolo e empate com o Atalanta, o Inter voltou às suas melhores exibições e vingou-se da derrota de 2-1 com os napolitanos, para o campeonato.

Nas meias-finais, o Inter defrontará o vencedor do Lazio-Juventus, de quarta-feira.

A outra meia-final, que se joga a duas mãos, a 25 de janeiro e 29 de fevereiro, vai opor os já apurados AC Milan e o Alessandria, da Liga Pro (terceiro escalão).

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras