sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Sampaoli chega a acordo para deixar seleção chilena

O treinador argentino Jorge Sampaoli deixou esta quarta-feira o cargo de selecionador do Chile de futebol, seis meses depois de ter conduzido o país à conquista da Taça América, anunciou a federação chilena.

A confirmação da saída de Sampaoli surge cinco dias depois de a federação chilena ter revelado que as negociações para a renovação de contrato tinham terminado sem qualquer acordo.

A confirmação da saída de Sampaoli surge cinco dias depois de a federação chilena ter revelado que as negociações para a renovação de contrato tinham terminado sem qualquer acordo.

© Reuters Photographer / Reuter

A confirmação da saída de Sampaoli surge cinco dias depois de a federação chilena ter revelado que as negociações para a renovação de contrato tinham terminado sem qualquer acordo.

"A federação e Jorge Sampaoli chegaram a acordo e dão por terminado o seu relacionamento contratural", pode ler-se no comunicado divulgado pela federação chilena.

Entre os nomes de eventuais sucessores está o do também argentino Marcelo Bielsa, que se encontra sem treinar desde que deixou os franceses do Marselha no princípio da época, e que já esteve à frente da seleção chilena entre 2007/2010.

Outro nome apontado é o de Eduardo Berizzo, igualmente argentino e atual técnico dos espanhóis do Celta de Vigo.

Lusa

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.