sicnot

Perfil

Desporto

Sporting de Braga goleia em Matosinhos para a Taça da Liga

O primodivisionário Sporting de Braga lidera provisoriamentre o grupo D da Taça da Liga em futebol, depois de ter goleado esta quarta-feira o Leixões, do segundo escalão, por 4-0, em jogo da segunda jornada, disputado em Matosinhos.

HUGO DELGADO / Lusa

Os minhotos chegaram ao intervalo a vencer por 1-0, depois do tento de Pedro Santos, logo aos 10 minutos, tendo Hassan (50), Rui Fonte (84) e Wilson Eduardo (90+1), este na conversão de uma grande penalidade, anotado os restantes golos da sua equipa.

O Braga cedo mostrou querer assumir o controlo da partida e foi o guarda-redes Taha a primeira figura do jogo, começando por negar o golo numa investida pela esquerda de Ringstad (03), que hoje se estreou na equipa.

O Leixões começou encolhido e o Sporting de Braga aproveitou para se colocar em vantagem, numa boa finalização de Pedro Santos (10), que, após receber de pé esquerdo, fintou Gonçalo Graça e atirou com o outro pé ao poste mais distante.

O minuto 43 acabou por exemplificar a toada da primeira parte. Primeiro com Taha a negar o segundo golo - num desvio para canto - a Pedro Santos e, na sequência, com o cabeceamento de Arghus a sair junto ao travessão.

No reatamento, o Leixões manteve as dificuldades em chegar à baliza contrária, aproveitando o Braga para ampliar através de Hassan, Hassan, que tirou partido de um escorregão na área de Pedro Pinto (50) para ampliar o marcador.

As dificuldades do Leixões agravaram-se pouco depois com o cartão vermelho direto exibido a Niang.

Com o jogo sob controlo, os minhotos fecharam o marcador já na reta final do encontro, primeiro por Rui Fonte (84) e depois por Wilson Eduardo (90+1), na conversão de uma grande penalidade.

Lusa

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.