sicnot

Perfil

Desporto

Iker Casillas agradece apoio de Pinto da Costa nas redes sociais

O guarda-redes do FC Porto Iker Casillas agradeceu hoje, através das redes sociais, o apoio recebido por parte do presidente dos dragões, Pinto da Costa, que enalteceu as qualidades humanas e profissionais do espanhol.

"Obrigado presidente pelas suas palavras. É um orgulho pertencer a este clube", escreveu Iker Casillas, num post a acompanhar o resumo da entrevista de Jorge Nuno Pinto da Costa transmitida na quinta-feira pelo Porto Canal.

Pinto da Costa destacou a importância de Casillas para a equipa, numa altura em que este foi criticado pelo golo consentido frente ao Vitória de Guimarães (derrota dos 'dragões' por 1-0), e recordou que o guarda-redes continua a ser o titular da baliza da seleção espanhola.

Casillas, ex-capitão do Real Madrid, foi a contratação mais sonante do FC Porto para a presente temporada, mas a saída do treinador espanhol Julen Lopetegui, substituído por José Peseiro, tem levantado a questão sobre a sua condição de titular indiscutível na baliza dos 'dragões'.

O presidente do FC Porto considerou que Iker Casillas, de 34 anos, "é um grande profissional, simples e humilde", e que a sua vinda para o FC Porto trouxe uma visibilidade mundial ao clube.

Lusa

Gracias Presidente por tus palabras. Un orgullo pertenecer a este gran club #SomosPorto FC Porto

Posted by Iker Casillas on Friday, January 22, 2016
  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.