sicnot

Perfil

Desporto

FC Barcelona vence em Málaga e assume liderança provisória em Espanha

Um FC Barcelona desfalcado sofreu hoje para vencer na visita ao Málaga, por 2-1, que lhe vale, provisoriamente, a liderança isolada da liga espanhola de futebol, à 21.ª jornada.

JORGE ZAPATA

Sem Neymar e os defesas Piqué, Jordi Alba e Dani Alves, os catalães até começaram bem, com prematuro golo do jovem avançado Munir (dois minutos), que só teve de empurrar junto à linha de golo, após trabalho do uruguaio Luis Suárez.

Com Duda (entrou apenas aos 82) e Ricardo Horta no banco, o Málaga pressionava alto, provocou muitos passes errados ao rival e viu a sua atitude recompensada aos 32, recuperando a bola à defesa adversária em lance empatado por Juanpi (1-1).

O segundo tempo foi menos intenso, ainda assim o génio de Lionel Messi (52), em remate acrobático, voltou a fazer a diferença, apontando o golo que devolvia ao Barcelona a liderança, que seria definitiva.

Perante um Barcelona agora de contra-ataque, o Málaga tentou forçar o empate, mas revelou-se impotente para ser bem-sucedido.

Com este resultado, o Barcelona, que tem um jogo a menos, lidera com 48 pontos, mais um do que o Atlético de Madrid que domingo recebe o Sevilha, enquanto o Real Madrid, terceiro com 43, visita o Bétis.

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.