sicnot

Perfil

Desporto

Campeão olímpico de saltos para a água anuncia abandono

O australiano Matthew Mitcham, campeão olímpico nos Jogos Pequim2008 nos saltos para a água, em plataforma de 10 metros, anunciou esta quinta-feira, de forma inesperada, que vai abandonar a modalidade.

O atleta, de 27 anos, que também se sagrou campeão da especialidade nos Jogos da Commonwealth de 2014, mereceu, em Pequim, a pontuação mais alta de sempre na história dos Jogos Olímpicos e era apontado como um dos principais candidatos às medalhas no Rio2016.

O atleta, de 27 anos, que também se sagrou campeão da especialidade nos Jogos da Commonwealth de 2014, mereceu, em Pequim, a pontuação mais alta de sempre na história dos Jogos Olímpicos e era apontado como um dos principais candidatos às medalhas no Rio2016.

© Wolfgang Rattay / Reuters

O atleta, de 27 anos, que também se sagrou campeão da especialidade nos Jogos da Commonwealth de 2014, mereceu, em Pequim, a pontuação mais alta de sempre na história dos Jogos Olímpicos e era apontado como um dos principais candidatos às medalhas no Rio2016.

"Consegui tudo o que ambicionava: o título olímpico, a liderança no 'ranking' mundial e a medalha de ouro nos Jogos da Commonwealth. Tenho a certeza de que os meus companheiros motivarão orgulho em toda a Austrália nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro", disse Matthew Mitcham na conferência de imprensa que serviu para anunciar a despedida.

Também presente na conferência de imprensa, Michael Murphy, responsável pelos saltos para a água da Federação Australiana de Natação, referiu-se a Mitcham como "o melhor saltador australiano da história".

"Em Pequim, com apenas 20 anos e contra uma enorme elite de saltadores chineses, conquistou a medalha de ouro, um feito que é considerado um dos maiores da história da modalidade na Austrália", destacou Michael Murphy.

Lusa

  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.