sicnot

Perfil

Desporto

Djokovic vence Federer e apura-se para final do Open da Austrália

O sérvio Novak Djokovic, líder do ranking mundial de ténis, qualificou-se esta quinta-feira para a final do Open da Austrália, primeiro 'Grand Slam' da temporada, depois de vencer o suíço Roger Federer, terceiro do circuito.

O sérvio passou agora a liderar os frente a frente com o suíço, já que, à entrada para esta meia-final, os dois jogadores estavam empatados nos confrontos diretos, com 22 vitórias para cada lado.

O sérvio passou agora a liderar os frente a frente com o suíço, já que, à entrada para esta meia-final, os dois jogadores estavam empatados nos confrontos diretos, com 22 vitórias para cada lado.

© Jason Reed / Reuters

Djokovic, atual campeão e que procura a sexta vitória no 'major' australiano, superiorizou-se a Federer em quatro 'sets', pelos parciais de 6-1, 6-2, 3-6 e 6-3, ao fim de duas horas e 20 minutos.

O sérvio passou agora a liderar os frente a frente com o suíço, já que, à entrada para esta meia-final, os dois jogadores estavam empatados nos confrontos diretos, com 22 vitórias para cada lado.

Na final, Djokovic vai defrontar o vencedor do embate entre o britânico Andy Murray, número dois do mundo e quatro vezes finalista em Melrbourne, e o canadiano Milos Raonic, 14.º da hierarquia.

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite