sicnot

Perfil

Desporto

Kelly Slater vence prova de qualificação do circuito mundial no Havai

Dois anos depois, o surfista Kelly Slater regressou às vitórias ao conquistar no Havai o Volcom Pipe Pro, prova de qualificação do circuito mundial de surf.

(Arquivo)

(Arquivo)

© David Gray / Reuters

Nas ondas da praia de Pipeline, onde tinha ganho da última vez, Slater superiorizou-se aos adversários.

O surfista protuguês Nicolau von Rupp alcançou a quarta ronda do evento.

  • Gabriel Medina quer quebrar recorde de títulos mundiais de Kelly Slater
    0:25

    Desporto

    O novo campeão mundial de surf, Gabriel Medina, foi recebido no Brasil em clima de euforia. No aeroporto de São Paulo, era aguardado por milhares des fãs. O surfista, de 21 anos, teve de ser escoltado pela polícia para sair do aeroporto. Gabriel Medida sagrou-se camepão do mundo no passado dia 19 de dezembro, no Havai, quebrando a hegemonia de australianos e norte-americanos e tornou-se no primeiro brasileiro a ser campeão mundial de surf. Medina quer agora quebrar o recorde de onze títulos mundiais de Kelly Slater.

  • Kelly Slater apresenta a melhor onda de sempre produzida pelo Homem
    1:25

    Mundo

    O famoso surfista norte-americano deu há dias a conhecer ao mundo aquela que é considerada a onda mais perfeita de sempre, construída pelo Homem. Uma onda artificial criada por Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial. O resultado de 10 anos de trabalho traduz-se num vídeo que está a deslumbrar os apaixonados por este desporto.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.