sicnot

Perfil

Desporto

Nápoles, Juventus e Fiorentina com vitórias na Liga italiana

O Nápoles manteve esta quarta-feira a vantagem de dois pontos para a Juventus no comando da Liga italiana de futebol, numa 23ª jornada em que a Fiorentina de Paulo Sousa venceu o aflito Carpi já nos descontos.

© Giampiero Sposito / Reuters

O argentino Gonçalo Higuaín (24) e o espanhol José Gallejón (27) resolveram em pouco tempo as dificuldades dos napolitanos na visita à Lazio, que iniciou a ronda no oitavo lugar e assim perdeu folego na corrida à Europa.

Este desafio esteve interrompido durante vários minutos face a insultos racistas dirigidos ao defesa senegalês Kalidou Koulibaly: o árbitro Massimiliano Irrati juntou os futebolistas de ambas as equipas para uma conversa e o desafio prosseguiria minutos depois, com o visado em campo.

A Juventus sofreu para vencer o Génova por 1-0, com o único tento a ser obtido em autogolo do defesa francês Sebastian De Maio (30).

O Nápoles comanda com 53 pontos, mais dois do que a Juventus e mais oito do que a Fiorentina, que só aos 90+3, com golo do avançado argentino Mauro Zárate, se impôs ao aflito Carpi, depois de golo prematuro do espanhol Borja Valero ter sido contrariado pelo tento de Kevin Lasagna (73).

A um ponto continua o Inter, que venceu o Chievo por 1-0, com golo do argentino Mauro Icardi (48).

A jornada ficou ainda marcada pelo triunfo do AC Milan por 2-0 na visita ao Palermo, mantendo-se assim na corrida às competições europeias, bem como o êxito do aflito Frosinone sobre o Bolonha (1-0).

Lusa

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.