sicnot

Perfil

Desporto

Treinador português José Morais internado por mais 10 dias

O treinador português de futebol José Morais, que orienta o Antalyaspor, vai estar internado em observação nos próximos 10 dias, na sequência de uma hemorragia cerebral, informou hoje o clube turco.

José Morais foi adjunto de Mourinho no Chelsea.

José Morais foi adjunto de Mourinho no Chelsea.

De acordo com a informação divulgada na página do clube, José Morais "realizou uma angiografia, não tendo sido detetada qualquer patologia vascular".

O clube garante que o estado de saúde do técnico "é bom", acrescentando que José Morais vai ficar internado em observação nos próximos 10 dias.

Na quarta-feira, o clube confirmou oficialmente que José Morais "sofreu uma hemorragia cerebral" e estava "sob observação" numa unidade hospitalar.

"O treinador José Morais foi internado em consequência de tonturas e pressão arterial elevada. Os exames efetuados diagnosticaram uma hemorragia cerebral (...), estando agora sob observação", lia-se numa mensagem publicada quarta-feira na página internet do clube.

Após 19 jornadas, o Antalyaspor ocupa o 14.º lugar da Liga turca, com 21 pontos, sete acima da zona de despromoção.

O antigo adjunto de José Mourinho, que já comandou clubes como Santa Clara, Espérance Tunis e Al-Shabab, entre outros, chegou ao clube turco no início de 2016, assinando um contrato válido até junho de 2017 para suceder a Samuel Eto'o, que comandou interinamente a equipa após a saída de Yusuf Simsek.

Lusa

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.