sicnot

Perfil

Desporto

Internacional português Fábio Coentrão sofreu fratura no pé esquerdo

O futebolista internacional português Fábio Coentrão, do Mónaco, sofreu uma fratura no pé esquerdo no jogo de sábado, da Liga Francesa, em que os monegascos bateram o Nice por 1-0.

Francisco Seco

"Fábio Coentrão tem uma fratura no pé e precisa de fazer exames complementares", refere hoje o clube, treinado pelo português Leonardo Jardim, sem especificar qual o tempo de paragem previsto para o defesa esquerdo.

Coentrão foi titular no jogo em casa frente ao Nice, mas acabou substituído logo aos 12 minutos, devido à lesão.

O defesa é uma das habituais escolhas da seleção portuguesa de futebol e face à lesão e tempo de paragem por determinar, ainda é prematuro saber se a sua presença no Euro2016, em França, entre 10 de junho e 10 de julho, poderá estar ou não comprometida.

No boletim clínico hoje divulgado, o Mónaco indica ainda que o também português Ivan Cavaleiro "recupera de uma lombalgia".

Na equipa monegasca jogam ainda Ricardo Carvalho, João Moutinho, Bernardo Silva e Hélder Costa, este último por empréstimo do Benfica

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.