sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Jesus diz não estar preocupado com o resultado do clássico

Jorge Jesus diz não estar preocupado com o resultado do clássico

Jorge Jesus não está preocupado com o resultado do clássico de mais logo. Na antevisão do jogo com o Nacional, o técnico do Sporting afirmou que a prioridade é sair da Madeira com os três pontos.

O treinador do Sporting desvalorizou hoje a perda de pontos dos 'leões' nos encontros da I Liga de futebol para Benfica e FC Porto, destacando a mentalidade vencedora da equipa.

"Começámos todos com zero pontos. Alguém perdeu pontos para nós, é tão fácil como isso. Não fomos nós que perdemos pontos, mas sim os nossos rivais. Conseguimos andar em primeiro e ainda andamos. Temos sido uma equipa vencedora e temos capacidade para chegar ao fim nesta posição", defendeu Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão à visita de sábado ao Nacional, da 22ª jornada.

Sobre o jogo na Madeira, o técnico 'leonino' alertou para as dificuldades de jogar na Choupana, lembrando a obrigatoriedade de vencer todos os jogos em que o Sporting entra em campo.

"Este jogo enquadra-se dentro do que é a dificuldade do campeonato português e, normalmente, o Nacional é uma equipa difícil em casa. Está bem trabalhada e tem um treinador que tem feito um bom trabalho ao longo dos anos. O Sporting tem a responsabilidade de jogar para vencer todos o jogos e temos que ser melhores que os adversários, o que acontece a maior parte das vezes", disse.

Questionado sobre o rendimento de William Carvalho e dos reforços de inverno Coates e Barcos, Jorge Jesus elogiou os seus pupilos e frisou que ainda estão à procura da sua melhor forma.

"O William não tem estado a um nível muito alto, mas porque esteve três meses parado e perdeu competição. Anda à procura da sua melhor forma e das ideias da equipa. O Barcos está também à procura da sua melhor condição física, técnica e tática. Confio nele e o valor está lá. Já o Coates surpreendeu-me pela tranquilidade e segurança transmitida à equipa", explicou.

Relativamente ao "clássico" de hoje entre Benfica e FC Porto, Jorge Jesus disse "não estar preocupado" com o resultado e o que acontecer "será bom para o Sporting", lembrando que o mais importante é vencer o Nacional.

O Sporting, que partilha a liderança no campeonato com o Benfica, ambos com 52 pontos, desloca-se sábado à Madeira para defrontar o Nacional, 15.º, com 21, num encontro marcado para as 18:30 e que será dirigido pelo árbitro Bruno Paixão, da Associação de Futebol de Setúbal.

Com Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.